Cientistas criam tinta que gera energia elétrica a partir da luz solar

 6wkjka64qg3qaimxgu4hsuubc

Capturar energia solar atualmente é uma tarefa bem simples: você instala os conhecidos painéis solares onde quer capturar, liga os fios nos lugares certos e espera o sol nascer para começar a eletrizante aventura. Mas se os cientistas da Universidade de Notre Dame continuarem com a sua pesquisa, no futuro o máximo que teremos que fazer é passar uma demão de tinta onde quisermos capturar luz para gerar energia.

Os cientistas, liderados pela dupla Prashant Kamat e John A. Zahm do departamento de Ciência em Química e Bioquímica da universidade, anunciaram essa semana o desenvolvimento de uma tinta especial capaz de capturar luz solar e transformá-la em energia. Eles conseguiram isso misturando nanopartículas de dióxido de titânio com sulfureto ou seleneto de cádmio, que são dois compostos que absorvem fótons. Eles aplicaram essa tinta em uma superfície transparente e condutora, expuseram ao sol e conseguiram, assim, obter eletricidade.

Só que ainda existem arestas a aparar, principalmente na questão da eficiência. Segundo os cientistas, eles só conseguem capturar e transformar em energia elétrica 1% da luz solar capturada. Em contraste, os painéis solares comuns conseguem de 10 a 15% de conversão. Mesmo assim, eles garantem que a fabricação da tinta é relativamente barata e poderia ser produzida em massa sem muitos problemas.

Outro detalhe é a combinação de cores. Eles conseguiram a melhor eficiência da conversão com uma combinação de elementos que gerou uma tinta marrom clara. Eu não tenho problema em ter uma casa dessa cor em troca de um desconto na conta de luz, mas entendo que existam pessoas que talvez não curtam a ideia de uma casa com cor de esgoto.

Fonte: Tecnoblog.net

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *